Palmier Dourado


A palmeira (francês: palmier ou cœur de France ), ou orelha de elefante.
É um doce da pastelaria alemã, espanhola, francesa, italiana, judaica, chinesa e Portuguesa (entre outras cozinhas, como as das ex-colônias espanholas na América) em forma de palmeira ou em forma de borboleta, às vezes chamado de folhas   de palmeira, orelhas de elefante, coração francês ou óculos. 
Ele é pensado para ter originado na França por volta da virada do século XX, mas a origem é  mais ampla do que apenas a França. Na Alemanha, eles são conhecidos como "Schweineohren" ou "orelhas de porco", e às vezes têm uma cobertura   de chocolate lá. Não há primeiro crédito conhecido para a receita.

Os Palmiers são feitos a partir de massa folhada. 
Massa folhada é camadas alternadas de massa e manteiga derretida. A massa é desenrolada, revestida com açúcar e, em seguida, os dois lados estão enrolados juntos para que eles se encontram no meio, fazendo um rolo, que depois é   cortado em cerca de 1/4 "fatias e assados. Geralmente é enrolado em açúcar antes de assar. Na versão porto-riquenho, é coberto com mel.

A minha paixão por estes lindos doces crocantes já vem desde miúda. Adorava comer com ou sem cobertura. Para começar porque sou fã de massa folhada e depois são mesmo deliciosos.
Desde que experimentei fazer em casa nunca mais comprei. E desde aí que tenho tentado variar com doce e salgado. 




Os Salgados

Como salgados são excelentes para uma refeição diferente acompanhados por uma salada. Ou como uma entrada, um picnic e como aperitivos para uma festa formal e informal. Fugindo dos sempre conhecidos croquetes ou rissois, estes pequenos salgadinhos fazem as delicias de miúdos e graúdos.

















Os Doces

Como doces servem igualmente para lanches ou festas e acho-os tão requintados e deliciosos. Ou simplesmente para acompanhar um filme no sofá. Que delícia!!!!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...